Projeto MATES propõe ultrapassar as diferenças entre as necessidades de competências e a oferta formativa no setor marítimo


12 de abril 2018
 
Apesar da importância que as competências assumem na empregabilidade do setor Marítimo, existe ainda um significativo desfasamento entre as exigências e necessidades da indústria e a oferta existente em termos de formação. Partindo deste pressuposto, o MATES, um novo projeto europeu cofinanciado pelo programa Erasmus+, do qual a Fórum Oceano é parceira, visa combater a escassez de competências nos setores das Energias Renováveis Offshore e Construção Naval, contribuindo para um mercado de trabalho mais resiliente.
 
A digitalização dos processos industriais, as mudanças globais a nível geopolítico e socioeconómico e a crescente exigência de práticas sustentáveis representam desafios para o mercado de trabalho do setor Marítimo. As áreas das Energias Renováveis Offshore e Construção Naval estão profundamente ligadas e requerem o desenvolvimento de novas capacidades, num contexto cada vez mais digital, verde e orientado para uma economia baseada no conhecimento.
 
Integrado no plano da Comissão Europeia “Sector Skills Alliance”, o MATES tem como objetivo fornecer soluções específicas para cada setor, usando um modelo de trabalho orientando para a indústria. O projeto visa desenvolver uma estratégia de competências, que contemplará os principais fatores de mudança nas indústrias das Energias Renováveis Offshore e Construção Naval. Nesse sentido, vai promover a realização de 11 casos de estudo para testar os novos conceitos desenvolvidos ao nível das competências digitais, competências verdes, mobilidade, inovação, desenvolvimento curricular e literacia dos oceanos.
 
Os projetos que integram este plano fazem parte de uma Nova Agenda de Competências para a Europa (New Skills Agenda), adotada pela Comissão Europeia em 2016, e têm como objetivo combater a escassez de competências em setores específicos, identificando exigências (através das necessidades existentes ou emergentes no mercado laboral) e melhorando o lado da oferta (através da capacidade de resposta dos sistemas de educação e formação).
 
O MATES é coordenado pelo Centro Tecnológico del Mar – Fundación CETMAR, com sede em Espanha, e envolve 17 parceiros de 8 países europeus, reunindo um leque alargado de peritos. No kick-off meeting do projeto, realizado nos dias 7 e 8 de fevereiro em Bruxelas, a Coordenadora de projeto, Lucía Fraga, referiu que “o MATES é um projeto importante e oportuno para os setores das Energias Renováveis Offshore e Construção Naval. Reunimos uma equipa forte, com um background multidisciplinar, que engloba representantes da Indústria e do Ensino. Todos estão empenhados em enfrentar estes desafios, salvaguardando o bem-estar das comunidades marítimas e a competitividade da indústria.”
 
Ao longo dos próximos meses, o projeto MATES vai trabalhar com stakeholders da indústria, através da realização de workshops regionais, para iniciar o levantamento de informação que vai servir de base a outras atividades do projeto. Os resultados poderão ser consultados através do website do MATES, brevemente disponível em www.projectmates.eu
 
Para mais informação, contactar por favor a Coordenadora de projeto, Lucia Fraga (mates@cetmar.org) ou a Responsável de Comunicação, Olivia Daly (olivia@aquatt.ie).


Notas:
 
O projeto MATES decorre entre 2018 e 2021, dispondo de um orçamento de 4 milhões de euros. “MATESMaritime Alliance for Fostering the European Blue Economy through a Marine Technology Skilling Strategy” é cofinanciado pelo programa da Comissão Europeia, Erasmus+.
 
O projeto é coordenado pelo Centro Tecnológico del Mar – Fundación CETMAR. Os principais objetivos da Fundación CETMAR são promover a cooperação entre instituições, centros de investigação e os setores marítimo e das pescas, encorajando o envolvimento das áreas, cuja atividade depende do mar, em planos de investigação e desenvolvimento, e potenciar a eficiência de todas as atividades relacionadas com o uso e exploração do ambiente marinho.
 
Mais informação disponível em www.cetmar.org. A empresa irlandesa AquaTT, parceira do projeto, é a responsável pela comunicação e disseminação do MATES (www.aquatt.ie).

Consulte a brochura do projeto