Fórum Oceano integra Consórcio Internacional de Clusters que recebe 5 milhões de euros da UE para apoiar inovação das PME

O projeto GreenOffshoreTech, financiado pelo programa Horizonte 2020, foi selecionado como a segunda melhor proposta de um concurso altamente competitivo, ao qual foram apresentadas 132 candidaturas. Com um consórcio formado por nove clusters europeus e três organizações especializadas em interclusterização e gestão de inovação, provenientes de sete países da Europa (Noruega, Portugal, Letónia, Polónia, Islândia, Reino Unido e Alemanha), o projeto tem um orçamento de 5 milhões de euros, tendo como objetivo apoiar a inovação nas PME, a colaboração intersetorial, transnacional e regional e o desenvolvimento de negócios.
 
O GreenOffshoreTech pretende estabelecer um quadro para a colaboração intersetorial e transnacional entre as PME, Clusters e Regiões para o desenvolvimento de produtos, processos ou serviços inovadores para o Transporte e a Produção Offshore Verde, em prol de uma Economia Azul mais eficiente, adotando o Pacto Ecológico Europeu e respondendo aos desafios da reindustrialização e digitalização. 

A visão do projeto é “tornar a produção e o transporte offshore verdes, limpos e modernos”. Para isso, 3 dos 5 milhões de euros de financiamento da UE destinam-se a apoiar as ideias inovadoras de pequenas e médias empresas.
 
O Consórcio GreenOffshoreTech irá promover um programa ao qual as PME se poderão candidatar e que consagra dois tipos de atividades:
 
1) Apoio direto às PME através do financiamento de 100 projetos de inovação
2) Oferta às PMEs vencedoras de uma gama de Serviços de Apoio Empresarial exclusivos e personalizados para permitir o acesso ao mercado e outros recursos externos, assim como a financiamento.

O projeto será um espaço aberto de colaboração para promover a cooperação entre PME e contribuir para a implementação de tecnologias facilitadoras essenciais, por exemplo, materiais avançados, manufatura avançada, indústria 4.0 e tecnologias ambientais nos setores emergentes, como a energia eólica e a aquacultura offshore, e nos setores estabelecidos, nomeadamente offshore oil & gas e transporte marítimo.
 
Mais informação aqui