Projeto jUMP lança iniciativa pioneira em Portugal para monitorização do ruído submarino

O projeto jUMP, uma ação conjunta para a monitorização do ruído submarino em águas portuguesas, é financiado pelo programa Fundo Azul, sendo coordenado pelo WavEC Offshore Renewables com a participação de mais nove parceiros portugueses, entre os quais a Fórum Oceano. O projeto teve início em janeiro de 2020 e terá uma duração de dois anos, com um investimento total de 167 mil euros, dos quais 149 mil são suportados pelo Fundo Azul.

O jUMP tem como objetivo recolher e divulgar informação sobre o problema da poluição sonora. Para tal, serão desenvolvidas diversas atividades tais como, a recolha de dados acústicos, a calibração de modelos acústicos e atividades de difusão e debate com entidades interessadas e o público em geral.

Erica Cruz, Gestora de Projeto e Investigadora em Bioacústica Marinha no WavEC informa que este projeto representa a primeira iniciativa a nível nacional inteiramente dedicada ao tema do ruído. “Pretende-se que o jUMP sirva também como ferramenta de apoio na implementação da Diretiva-Quadro Estratégia Marinha em Portugal”, acrescenta.
 
A Diretiva-Quadro Estratégia Marinha (DQEM) (Diretiva 2008/56/CE) estabelece um quadro de ação comunitária no domínio da política ambiental marinha para obter ou manter o Bom Estado Ambiental (BEA), nas águas marinhas dos Estados Membros. Para avaliar o BEA, a DQEM estabelece onze descritores que qualificam o Bom Estado Ambiental das águas marinhas da União Europeia, sendo que o Descritor 11 se refere a formas de introdução de energia no meio marinho, incluindo o ruído subaquático.

O projeto jUMP visa, assim, implementar ações para promover a discussão sobre a temática do ruído subaquático e seu impacto no ambiente marinho e desenvolver ferramentas para apoiar a aplicação da Diretiva-Quadro de Estratégia Marinha.

Para atingir os objetivos específicos, o projeto jUMP está organizado em seis áreas de trabalho:
Parceiros do jUMP: WavEC, ISPA - Instituto Universitário, FCUL - Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, LNEC - Laboratório Nacional de Engenharia Civil, APA - Administração do Porto de Aveiro, S.A., MBM - Museu da Baleia da Madeira, IN2SEA - Inovação no Mar, Lda, Fórum Oceano - Associação da Economia do Mar, Oceans-on, e QUERCUS.

Mais informação sobre o projeto em jumpproject.pt