SEAPORTS: apresentação dos resultados finais do projeto

Os resultados do projeto SE@PORTS, cofinanciado pelo programa OCEANERA-NET, foram apresentados numa sessão que teve lugar no dia 12 de junho, em Matosinhos, com a participação de quase 50 representantes de empresas, associações, autoridades portuárias, instituições de ensino superior e centros de investigação.
 
No evento, os parceiros do SE@PORTS deram a conhecer as principais conclusões do projeto, que teve como objetivo estudar a integração de sistemas de aproveitamento de energia das ondas em quebra-mares portuários, tendo como casos de estudo o Porto de Leixões e o Porto de Las Palmas.
 
A sessão de abertura contou com a presença da Presidente do Conselho de Administração da APDL, Guilhermina Rego. Na impossibilidade de estar presente, o Presidente da Autoridade Portuária de Las Palmas, Juan José González, enviou uma mensagem, transmitida durante a sessão. Ambos os responsáveis deixaram palavras de incentivo ao trabalho desenvolvido pelo consórcio do SE@PORTS.
 
Ao longo de dois anos investigadores de Portugal, Espanha e Bélgica estudaram o desenvolvimento de um modelo de conversor de energia das ondas híbrido, especificamente concebido para ser integrado em quebra-mares portuários, tirando partido da sua alta exposição às ondas.
 
A integração de sistemas de aproveitamento de energia das ondas nas estruturas portuárias permitirá aos Portos satisfazer as necessidades de consumo de energia elétrica, de forma sustentável. O desenvolvimento deste tipo de tecnologia permitirá ainda, a médio prazo, que os Portos atuem como produtores de energia elétrica, contribuindo para a redução da sua pegada de carbono.
 
Nesta linha, o SE@PORTS abre ainda a possibilidade de explorar novas linhas de utilização dos quebra-mares, que outrora tinham apenas como objetivo único, suportar a ação das ondas e promover a dissipação da energia das mesmas, criando condições de abrigo para as atividades portuárias.
 
O evento contou igualmente com a participação de um conjunto de peritos internacionais na integração de sistemas de conversão de energia das ondas em quebramares portuários, que partilharam a sua experiência e conhecimento sobre estas tecnologias. A Central Piloto Europeia de Energia das Ondas no Pico, o Mutriku Wave Power Plant e o desenvolvimento do Conversor OBREC foram os projetos apresentados por representantes da WavEC Offshore Renewables, BiMEP e IMDC, respetivamente.
 
O Projeto SE@PORTS é cofinanciado pelo programa OCEANERA-NET, com o envolvimento de várias agências de financiamento, no caso de Portugal, a Fundação para a Ciência e Tecnologia. Sendo liderado pelo INEGI, o consórcio conta igualmente com a participação da Fórum Oceano, Universidade do Porto, Plataforma Oceânica das Canárias - Plocan, IMDC e IH Cantabria, e o apoio da Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL).