II Gala Platicemar reforça a importância do projeto no apoio ao empreendedorismo na Economia do Mar

A II Gala do Projeto Platicemar, que teve lugar no dia 5 de junho, na Figueira da Foz, foi dedicada à apresentação de 23 ideias de negócio, selecionadas no âmbito do Concurso promovido pelo Projeto. A Gala contou com uma sessão de apresentação destes projetos empresariais junto de potenciais investidores, com o objetivo de promover a criação de parcerias estratégicas, que potenciem o arranque de novos negócios.
 
Organizados em três rondas de pitches, os empreendedores tiveram a possibilidade de dar a conhecer os seus projetos, numa apresentação de dois minutos, a um painel de investidores convidados pelos parceiros do Platicemar. Após a sessão de apresentação dos projetos empresariais, seguiu-se um momento de networking, envolvendo os promotores das ideias de negócio e os investidores.
 
Nas intervenções de abertura e encerramento da Gala, com a participação de Pedro Cilínio, Diretor de Investimento para a Inovação e Competitividade Empresarial do IAPMEI, Carlos Monteiro, Presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, e Carlos Moita, Presidente da Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz, foi realçada a importância do projeto Platicemar na promoção do empreendedorismo e no apoio ao surgimento de novos negócios na área do Mar, bem como a abrangência e a diversidade dos projetos a concurso.
 
Recorde-se que o projeto PLATICEMAR - Plataforma de Consolidação do Setor TICE e Empreendedorismo na Economia do Mar tem como objetivo central potenciar o apoio ao empreendedorismo, pelo que finalizados os trabalhos de mentoria e aceleração, o melhor projeto de cada zona geográfica, que vier a constituir empresa, receberá um prémio pecuniário no valor de 5 mil euros. A atribuição dos prémios aos vencedores será feita em sessão pública, no contexto do Congresso Platicemar, com local e data ainda a definir.
 
O projeto Platicemar é liderado pela Inova-Ria, contando com os parceiros Fórum Oceano, ACIFF - Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz, NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria e SINES TECNOPOLO. Este projeto de empreendedorismo é cofinanciado pelo Programa COMPETE 2020 no âmbito do Sistema de Apoio a Ações Coletivas – Promoção do Espírito Empresarial, envolvendo um investimento elegível de 703 mil euros, que resultou num incentivo FEDER de 598 mil euros.